Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



09
Jan13

...

Imagino-me a passar os dedos nos teus caracois,
A passar-te a ponta do dedo indicador por baixo do queixo
Ver a tua cara de gosto, mostrando a beleza que sois
Vislumbrar esse sorriso cor de branco seixo.

Imagino a sensação do teu rosto encostado a ombro meu
Pensando na forma mais subtil de encostar meus lábios aos teus
Sem que ninguém repare por tal, sem que deixe de ser ateu
Porque acreditar que existes, é acreditar que há menos um anjo nos céus.
Imagino o teu toque pela minha perna
Sentir a suavidade dos teus dedos por cima da ganga
Persentir o teu desejo por mim, uma chama eterna
Faço o mesmo, percorro-te a perna, do joelho à tanga.

Imagino tudo isto, percebo que é realidade
Já avançou disso, segue-se para o fruto da nossa idade,
Desapertaste já o cinto, segues para a sua remoção
O aperto do botão já era, estás agora a suar de emoção.

Dou pelo momento, já vejo a tua roupa interior,
Rosada por dentro, encarnada no exterior,
De forma rápida a parte de cima jaz no chão,
Sendo que é na parte de baixo que te desperto o vulcão.

Seguem-se as horas, propagam-se os gemidos
Entre um misto de prazer e virilidade
Satisfazendo os desejos por ti pedidos
Sentindo os arranhões nas costas, fruto desta sexualidade

A veracidade do teu sorriso no final é imensa
Surge aquele sentimento de objectivo conseguido:
Expelir amor, plantar continuidade, deixar-te menos tensa
Guardar na memória aquele momento vivido.

- Rogério "Adorei conhecer-te" Caçarola

Autoria e outros dados (tags, etc)


calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031