Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



03
Jan16

...

"Esta é uma história normal, comum
De um miúdo normal de uma terra distante
Com sonhos de tigre, de águia, de atum
Com ambições, com uma visão um pouco à frente
Limitado só pela imaginação, pelos livros que lê
Nunca se sentindo conhecedor, mesmo quando vê
Características de descrente, sangue de rei
Dinamicamente sem destino e teoricamente fora-da-lei
Mas com coração de chocolate, vontade de guerreiro
Um navegante do calendário, viajando pelo ano inteiro
Qual será o seu destino, isso se pergunta ele
Porque apesar de tudo, a dúvida persiste nele
Acerca do que decidir amar ou deixar de gostar
Com quem pode ele aprender a deixar cair o véu
Aquele que o protege, que o faz continuar
A não deixar o cobre ser aberto, a não olhar o céu
Essa é a pergunta que ele tem como vital
E talvez essa seja a principal causa de todo o mal,
Porque a dúvida é veneno, corrói
E arde-lhe por dentro, como um moinho que mói.
Será esta a história de um menino desconhecido
Ou uma fábula da montanha, de fadas e gnomos
De elfos e bruxas, de um monstro adormecido
De um futuro deturpado pelo que fomos e somos
Sabendo nós que temos mais de 1000 possibilidades
E que tudo acontece em todas as idades
Mas ateus na vida, continuamos a errar
E ingénuos do coração, esquecemo-nos de amar..."
- Prólogo, Alberto Midas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31